Guarantã do Norte: homem assassinado em salão de beleza matou e ocultou cadáver há 16 anos

Nelson Favoreto, de 46 anos, foi morto por dois irmãos na última quinta-feira (05), em Guarantã do Norte.

Nelson Favoreto, de 43 anos foi morto a facadas na tarde de quinta-feira

A Polícia Civil esclareceu o homicídio de Nelson Favoreto, de 46 anos, que foi atacado brutalmente a facadas na última quinta-feira (05), em uma barbearia de Guarantã do Norte (715 km de Cuiabá). Os criminosos são irmãos. Um deles foi preso em flagrante e o outro é considerado foragido.

Conforme as investigações da Polícia Civil, o homicídio de Nelson foi motivado por vingança. Há 16 anos ele matou e ocultou o cadáver de Alan Douglas Wagner de Oliveira, irmão de seus assassinos. Desde então, Nelson foi jurado de morte.

Na quinta-feira, os dois irmãos viram Nelson no cabelereiro e passaram a arquitetar o crime. Eles foram até a casa dos pais, pegaram duas facas na cozinha e voltaram ao local do crime.

A ação foi filmada por câmeras de segurança do estabelecimento. Os dois irmãos chegam, vão até a vítima e o atacam de surpresa com várias facadas, sem que Nelson pudesse reagir.

 

Depois do crime, eles forem em uma caminhonete, conforme registraram as câmeras de segurança de um supermercado ao lado do salão.

Um deles, identificado como E.W.O., de 36 anos, foi preso em flagrante logo após o crime, quando foi encontrado bêbado em um bar da cidade. O outro, de 42 anos, tem o pedido de prisão em aberto e é considerado foragido da Justiça.

Os investigados foram indiciados por homicídio qualificado em razão de três circunstâncias: motivo torpe, emprego de meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima (artigo 121, § 2.º, incisos I, III e IV, do Código Penal).

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *