PM prende homem que pode ter participado da morte de Terezinha Silva presidente do Sanear

Um homem suspeito de ter participado do assassinato de Terezinha Silva de Souza presidente do SANEAR, que foi brutalmente executada com vários tiros na última sexta-feira (15). Foi preso em casa pela Polícia Militar, ele trabalha como vigilante armado no Hospital Regional.

O que motivou o crime foi a demissão da esposa do suspeito por Terezinha Silva, o nome da funcionária que teria sido demitida no último dia (12), ainda não foi divulgado.

Uma denúncia anônima na manhã deste domingo (17), levou os policiais até a residência do suspeito no residencial Dom Osório, onde os policiais apreenderam também um par de tênis e dois capacetes parecidos com os usados pelos criminosos no momento do crime.

O homem, (claro) negou ter participado do crime.

Da redação

Foto: Arquivo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *