Rondonópolis: Thiago Silva defende criação de Hospital Ortopédico.

Deputado lembra que o projeto do atual Hospital Regional possui mais de 20 anos e a estrutura já não suporta mais a demanda de pacientes.

Thiago Silva

Em razão do alto índice de pessoas que estão na espera para realizar cirurgias ortopédicas no Hospital Regional de Rondonópolis, o deputado estadual Thiago Silva (MDB) reforçou a cobrança na Sessão Legislativa de quarta-feira , sobre a necessidade do governo construir ou alugar um hospital para fazer o atendimento das cirurgias da região sudeste.

O deputado já havia apresentado Indicação para que o Estado possa construir um novo hospital estadual para atender a região, que conta com mais de 20 municípios atendidos. Thiago Silva lembra que o projeto do atual Hospital Regional possui mais de 20 anos e a estrutura já não suporta mais a demanda de pacientes.

“O Hospital não suporta a demanda de cirurgias eletivas no município e muitas pessoas aguardam há vários dias na fila. Precisamos que o secretário estadual Gilberto possa resolver de forma definitiva a situação das cirurgias ortopédicas em Rondonópolis pois, infelizmente, pessoas aguardam para serem atendidas e semanalmente cresce o número de acidentes de trânsito, entre outros motivos, que fazem esta a demanda reprimida aumentar”, lembra o deputado.

O parlamentar defende a construção de um novo hospital regional, porém de forma urgente quer a locação de um novo espaço para atender os pacientes que aguardam na UPA para fazer cirurgias ortopédicas.

O deputado tem recebido as solicitações diretamente da população e líderes comunitários sobre a urgência na agilidade das cirurgias e também está cobrando a atualização do repasse do Governo para o atendimento da Santa Casa e hospitais filantrópicos da região.

“A saúde não espera e precisamos resolver de forma urgente o problema da saúde em Rondonópolis e região que atende mais de 600 mil habitantes de Mato Grosso”, disse o deputado.

GazetaMT

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *