O que esperar do Cruisym, o novo scooter da Dafra.

Cruisym é o novo scooter da Dafra. Chega às lojas em agosto.

Você já está cansado de saber que o mercado de scooter está em ascenção no Brasil, assim como que este é o segmento que mais cresce por aqui. E se tem demanda, há oferta. Por isso a Dafra anunciou seu novo scooter, o Cruisym 150.

O modelo é mais um fruto da parceria entre a empresa brasileira e a taiwanesa SYM. Este mesmo trabalho conjunto já trouxe ao país modelos como a Next, a NH 190 e o Citycom, um de seus maiores sucessos. Com a retirada do Cityclass das lojas, a missão de representar a Dafra no concorrido segmento entre 150 e 200cc caberá ao novo produto.

Cruisym 150: como é o novo scooter Dafra

Assim, o Cruisym irá encarar um segmento maduro e com boas opções à disposição do consumidor. Este nicho já possui, por exemplo, os bem equipados Honda PCX e Yamaha NMax.

Seu design obedece a identidade da Sym e lembra outros modelos da marca, como o Maxsym 400. Conta com luzes de posição e lanterna em LED, painel digital completo e tomada USB. Na comodidade, aposta no compartimento para um capacete integral sob o assento (18 litros) e gancho sob a carenagem.

Na ciclística, conta com rodas de 14 polegadas em ambas as rodas – mesmas medidas do PCX, por exemplo. As suspensões foram ‘recalibradas para melhor se adaptar às características do mercado brasileiro’ e tem curso de 100 mm na frente e de 75 mm na traseira. Os freios são CBS.

Outro destaque é o assoalho plano. Assim, na prática o novo Dafra se aproxima mais de modelos como o SH 150i do que dos PCX ou NMax.. Preferências de estilo à parte, a vantagem do piso plataforma é a maior facilidade para subir e descer do veículo, assim como para levar objetos entre as pernas.

Novo scooter Dafra: preço

O novo scooter tem preço sugerido de R$ 14.490. Inclusive, já está disponível no site da empresa e em fase de pré-venda. De acordo com a montadora, as primeiras unidades chegam às lojas já no início de agosto.

Para José Ricardo Siqueira, gerente nacional de marcas da Dafra, “o Cruisym 150 permite que a Dafra volte a participar de forma muito expressiva na maior fatia do mercado de scooters, tão importante para ampliar as vendas das nossas concessionárias, além de permitir que a marca também chegue em regiões onde atualmente não participa com seus scooters de maior cilindrada”.

Vale a pena o novo Dafra Cruisym 150?

É cedo demais para fazer esta pergunta. Ainda não foi possível rodar com o modelo, sequer vê-lo presencialmente. Aliás, ele ainda nem chegou ao país.

Porém, tem uma missão dura. Irá encarar modelos consolidados e com ótimos números de vendas por aqui. Além disso, alguns destes concorrentes possuem equipamentos melhores, como iluminação full LED, freios ABS e sistema smartkey.

Um trunfo do Cruisym poderia estar no preço. Mas, ao menos por enquanto, não está. Ele está R$ 1.400 mais caro que o PCX (com freios CBS) e R$ 1.150 acima do SH 150i, que também possui assoalho plano mas melhor nível de equipamentos. Já o NMax parte dos R$ 15.490. Aqui adotamos apenas dos preços sugeridos pelas fábricas, que pode ser inferior ao encontrado nas concessionárias.
Apesar disso, o novo scooter da Dafra tem seus próprios trunfos para enfrentar a concorrência. Ele não vai ter uma vida fácil, mas desejamos sucesso.
Montoline

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *