Sinop/Vídeo: mostra momento em que homem é morto a tiros por engano.

A ação causou pânico e os clientes que estavam na conveniência saíram correndo. Logo depois, o atirador sai andando normalmente. 

Vídeo de câmera de segurança mostra o momento em que Jean Marcel Fiori, 37 anos, foi morto a tiros em uma conveniência, na madrugada desse domingo (1º), em Sinop . De acordo com informações, ele foi morto por engano.

Nas imagens é possível ver um movimento normal no estabelecimento, por volta das 1h30. Alguns clientes estão no local ingerindo bebidas alcoólicas quando, em dado momento, o atirador chega no local.

O bandido entra rapidamente na direção de Jean com a arma em mãos, aponta para a vítima e atira uma vez em sua cabeça. O homem caiu no chão e é atingido mais quatro vezes.

A ação causou pânico e os clientes que estavam na conveniência saíram correndo. Logo depois, o atirador sai andando normalmente.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas quando as equipes chegaram no local, Jean já estava morto.

De acordo com a Polícia Civil, a esposa de Jean relatou que estava no local no momento do crime e que, ao chegar na conveniência, o suspeito foi em direção ao seu marido e o chamou pelo nome de “Alemão”. Assim que Jean se virou, foi atingido pelos tiros.

O dono do local contou aos policiais que o alvo dos bandidos não era seu funcionário, mas ele, já que seu apelido é Alemão. Ele disse ainda que não estava lá quando o crime aconteceu e acredita que Jean foi morto em seu lugar por um engano dos bandidos.

Os policiais começaram a fazer diligências pela cidade e foram até o endereço registrado como sendo do proprietário do carro em que o atirador chegou. Lá, descobriram que o veículo era de um motorista de aplicativo.

Ele contou que havia dirigido o veículo durante o crime. O homem relatou também, que o responsável por matar a vítima estava escondido em sua casa. A Polícia cercou o local e encontrou o suspeito tentando pular o muro da casa para fugir, mas ao perceber a presença dos policiais, ele retornou ao interior da casa.

A polícia entrou na residência, e prendeu o suspeito, após fazer o uso de força física para algemá-lo. Buscas pelo local foram realizadas e os policiais encontraram a arma do crime, uma pistola calibre 40, escondida em cima do telhado da casa vizinha em que ele estava.

Veja o Vídeo

Os criminosos foram encaminhados para a delegacia para as providências necessárias.

A Polícia Civil vai investigar o crime.

RepórteMT

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *