Empresário que ameaçou atirar em Lula já foi acusado de agressão pela ex-mulher


source
Empresário que ameaçou Lula nas redes sociais foi acusado de agredir a ex-esposa e cumpriu medidas restritivas
Reprodução

Empresário que ameaçou Lula nas redes sociais foi acusado de agredir a ex-esposa e cumpriu medidas restritivas

O empresário José Sabatini , de 70 anos, que  publicou em suas redes sociais um vídeo ameaçando atirar no ex-presidente Lula, já foi acusado de agressão pela ex-mulher, Antonieta Sabatini.

A ex-mulher chegou a pedir uma medida restritiva contra José. Ele ficou proibido de se aproximar dela, de sua residência e dos familiares, por pelo menos 500 metros. As informações são do Metrópoles .

Seis meses após o incidente, o processo foi arquivado pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP), mesmo com laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestando marcas de agressão na mulher . Segundo o MPSP, as “versões contraditórias das partes” não possibilitaram saber quem estava dizendo a verdade.

No boletim de ocorrência (BO), Antonieta Sabatini disse que foi agredida pelo empresário após “ter ido conversar com ele sobre a venda da única casa que mora”. O imóvel estava em nome da empresa Exact Power, e, segundo a vítima, ele “começou a ameaçá-la”.

Você viu?

Ela diz que, em seguida, José a atingiu no braço, no pescoço e na cabeça. Amilcar, filho do casal, teria entrado na sala para defender a mãe e também teria sido agredido.

Já o empresário diz, também por meio de um B.O. que estava trabalhando quando “inesperadamente” a ex-mulher e o filho entraram na sala de reuniões da empresa e, “aos tapas e socos”, rasgaram-lhe a camisa.

O filho teria o derrubado “desacordando-o por completo”. “Funcionários da empresa, ouvindo gritos naquela sala, adentraram na mesma, e afastaram Almicar da vítima, pois aquele continuava a chutar e esmurrar José Sabatini, que já se encontrava no solo desacordado”, conta o BO.

O empresário diz que ficou com vários hematomas na cabeça, mas, apesar de ser orientado para tal, não quis fazer exame de corpo de delito.

O exame de Antonieta atestou que a mulher apresentou “equimose amarelada” e “escoriações” no braço direito e “rubefação” na região da cervical. José Sabatini nega e diz que apenas se defendeu.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *