Exemplo: Democracia acima de todos

Encontro entre presidente e general revela a diferença entre a civilização e a barbárie – Foto: Marcos Corrêa

A cena do general Edson Leal Pujol, comandante do Exército brasileiro, oferecendo o cotovelo para cumprimentar o presidente Jair Bolsonaro, na cerimônia de posse do chefe do Comando Militar do Sul, em Porto Alegre (RS), revela diferenças fundamentais entre o mandatário e as Forças Armadas. Mostra que o comando das Forças Armadas é mais inteligente, responsável e sensato do que o presidente. Mostra também que os militares de verdade não são movidos pelo puxa-saquismo ou pela política, mas, sim, por valores como hierarquia e responsabilidade, e procuram fazer o que é certo. Enquanto Pujol respeita e se preocupa com a gravidade da pandemia, segue normas da OMS e dá bom exemplo, o presidente age como criança mimada e insiste em posições autocráticas.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *